A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

Michel Temer recebe presidentes da ABAD e Unecs

O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos também participou do encontro que teve como pauta o apoio dos empresários à reforma da previdência e do governo ao setor.

0 157

No gabinete, no Palácio do Planalto, Temer pediu apoio dos empresários à aprovação da reforma previdenciária. Emerson Destro, presidente da ABAD, teve a oportunidade de falar ao presidente sobre a entidade e pediu apoio do executivo para melhorar o ambiente de negócios.

Além da reforma da Previdência, o Refis para micro e pequenas empresas também esteve entre os temas da conversa com Michel Temer. Também foram discutidos os avanços que Governo Federal tem promovido em prol de um ambiente favorável para o setor de comércio e serviços, como as medidas macroeconômicas que trouxeram estabilidade e redução da taxa de juros, favorecendo o curso da economia.

A Unecs – União Nacional de Entidades de Comércio e Serviços, se comprometeu a apoiar as reformas estruturantes, para consolidar as expectativas de retomada do crescimento em 2018. Também se manifestou em favor de uma discussão sobre a reforma da Previdência, reconhecendo que esta é uma agenda inadiável

Após o encontro, os presidentes da Unecs, junto com a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (CSE), promoveram um almoço de trabalho, que contou com a participação de mais de 70 parlamentares, além de Michel Temer, Afif Domingos e ministros de Estado. Na ocasião, o coordenador da Unecs e presidente da CNDL, Honório Pinheiro, destacou a importância do grupo de entidades que representa 15% do PIB nacional e 20% dos empregos formais no país e endossou o apoio dado ao governo. “Não há nada mais importante do que criar novas oportunidades de emprego e a estabilidade econômica. Por isso, assumimos com o Planalto o compromisso de apoiar as reformas estruturantes, principalmente a da Previdência, que não é só do governo mas também do Brasil”, afirmou Honório.

Honório anunciou, durante o encontro, sua passagem de bastão na Coordenadoria da Unecs, que a partir de primeiro de janeiro estará sob a responsabilidade de Paulo Solmucci, presidente da Abrasel.

Rogério Marinho (PMDB/RN), presidente da Frente, fez um balanço da sua gestão na Frente, destacando conquistas como o Crescer sem Medo, a regulamentação das gorjetas, a diferenciação de preços de acordo com a forma de pagamento, a reforma trabalhista, entre outras.“Hoje, aqui, temos o congraçamento de tudo isso, entre o Parlamento e o Executivo”, afirmou Marinho, que deixa a Presidência da Frente no fim deste ano. O deputado Efraim Filho (DEM/PB), assume o cargo.

Rodrigo Maia (DEM/RJ), presidente da Câmara dos Deputados, disse que o almoço promovido pela Unecs e a Frente CSE é um exemplo claro de que boas leis fazem o Brasil ter condições de voltar a gerar milhões de emprego. “Somos um Estado que mais atrapalha do que ajuda o empreendedor. Precisamos compreender e modernizar o Estado”, disse.

Maia se mostrou determinado a encaminhar a aprovação da reforma da Previdência, fazendo um grande esforço para que a demanda seja votada ainda este ano. Em sua breve fala, o presidente Temer disse que a força que movimenta o governo é a da iniciativa privada. Temer também disse que cronologicamente já estamos no século 21, mas que, efetivamente, ainda não havíamos ingressado. “As reformas que estamos fazendo são para colocar o Brasil no século 21. As mudanças nas regras da Previdência são indispensáveis para fecharmos o ciclo das reformas, em benefício da sociedade brasileira”, disse.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.