A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

Presidente da Abril aborda gestão na era pós-digital

0 52

Para entrar no universo pós-digital não é preciso aprender algo, e sim esquecer tudo. Essa foi a primeira lição passada pelo presidente do Grupo Abril, Walter Longo, na palestra Gestão na Era Pós-Digital, realizada no segundo dia do evento ABAD 2017 São Paulo.

Longo explica que a era pós-digital não é fim do digital, mas a presença dele permanente na vida cotidiana. “Estamos entrando em uma era de super poderes. Temos tudo que jamais pensamos ter. O mundo digital nós dá a possibilidade de brincar de Deus. Mas temos de ter responsabilidade para lidar com esses poderes”, afirma.

Para Longo, os empresários sabem pouco sobre seus clientes porque ainda estão pensando em como dominar a tecnologia. “A importância estratégica de obter informação é vital para as empresas. É preciso aproveitar o que a tecnologia pode nos proporcionar. Com certeza é muito mais do que imaginamos”, diz.

Rever as próprias crenças é o primeiro passo para entrar de forma definitiva na era pós-digital. O mercado, segundo ele, é o mundo para todas as empresas, de todos os tamanhos. “É uma mudança radical no cenário competitivo. Nessas condições, os pequenos e os médios saem em vantagem, pois têm mais flexibilidade, velocidade e facilidade de adaptação do que as grandes empresas.”

Nessa concepção, no mundo pós digital, uma empresa não se mede mais pelo tamanho, mas pela capacidade de adaptação. Longo cita três aspectos fundamentais para ingressar no mundo pós digital: a efemeridade, a mutualidade e a sincronicidade.

“As empresas não morrem por fazer as coisas erradas, morrem por fazer a mesma coisa por muito tempo. Na era pós digital, a grande vantagem competitiva é a capacidade de se adaptar e ser flexível”.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.