Totvs – 728 x 90

Cadastro positivo vai ampliar mercado de crédito, diz ACSP

Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo, acredita que o cadastro vai beneficiar consumidores que estão à margem do sistema creditício

0 139

Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), comemorou a aprovação, na quarta-feira, 9/05, do texto-base do cadastro positivo. “Trabalhamos pela implantação efetiva do cadastro no Brasil. Com a aprovação do texto na Câmara, o banco de dados poderá de fato funcionar e proporcionar os benefícios que dele se espera: redução da inadimplência, diminuição da taxa de juros para o bom pagador, combate ao endividamento excessivo do consumidor e aumento do volume de credito disponível, expandindo a economia”, disse Burti.

O presidente da ACSP reforça que a aprovação do projeto, que torna automática a inclusão dos consumidores em cadastros positivo, “é uma vitória dos consumidores que estão à margem do sistema creditício, ou seja, um contingente de pessoas que não consegue comprovar renda, mas que vai às compras normalmente.”

Com o cadastro positivo, será possível, segundo ele, calcular o comportamento desses brasileiros, abrindo caminhos para juros menores.

Bom para o pequeno empresário

Para o Sebrae, a aprovação do cadastro deve facilitar o acesso a crédito para empresários com bom histórico de pagamentos. “Sempre tivemos uma resistência passiva do sistema bancário, por conta da arguição da inadimplência, sempre mantiveram spreads extremamente altos para jogar na média, fazendo com que o bom pagador pague uma taxa de risco pelo mau pagador”, disse Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae.

De acordo com estimativa das entidades que compõem a Frente do Cadastro Positivo, a iniciativa pode injetar, a médio prazo, até R$ 1,1 trilhão na economia, promover um aumento de R$ 790 bilhões (12% do PIB) na geração de negócios e incluir 22 milhões de pessoas no mercado de crédito, mesmo quem não tem comprovação de renda.

O Cadastro Positivo deve empoderar o cidadão que deseja tomar crédito, seja ele um consumidor ou empreendedor. Por meio do projeto, o histórico positivo do cidadão passa a ser mais relevante que o negativo para a decisão de crédito. Portanto, pessoas que possuem uma trajetória positiva, mas que enfrentam uma situação de inadimplência, serão avaliadas também pelas contas pagas em dia.

Acesso ao crédito

A Boa Vista SCPC informa que com a alteração da lei, o número de participantes do cadastro deve saltar de sete milhões já cadastrados para 120 milhões de consumidores Pessoa Física e Pessoa Jurídica, dos quais cerca de 20 milhões serão de pessoas que atualmente não têm acesso ao crédito.

Com a mudança da lei, informações de pagamento de contas de serviços continuados, como as de água, energia elétrica, gás e telefonia, passam a ser consideradas no cálculo da pontuação de crédito (score).

Pagamentos feitos à vista, tanto em dinheiro quanto no cartão de débito, investimentos ou poupanças não entram neste banco de dados, o que garante a privacidade das informações dos consumidores e empresas. No modelo anterior, conhecido como opt-in, pessoas e empresas precisavam autorizar a inclusão no Cadastro Positivo. Com a mudança, todos serão automaticamente incluídos e, se desejarem, podem pedir para sair da lista de bons pagadores, a qualquer momento.

Para Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC, a aprovação do texto que incluirá de forma automática consumidores e empresas no cadastro positivo é um marco histórico para o desenvolvimento do mercado de crédito no país.

Segundo Nemirovsky, com o novo modelo de Cadastro Positivo a vida financeira dos brasileiros será melhor avaliada. Segundo ele, um bom exemplo para entender seu funcionamento é compará-lo a um boletim escolar. “Seu desempenho escolar é ou foi medido pelo seu boletim. Agora imagine que se durante um ano todas as suas notas foram maiores que oito com exceção de uma, que tirou quatro, e repetisse de ano somente por conta disso. Não parece justo, não é mesmo? Então, o Cadastro Positivo é o boletim da sua vida financeira, no qual ficam registrados os pagamentos que realizou, formando seu histórico de crédito. Desta forma, todas as contas que você paga contam a seu favor e podem te ajudar a conseguir mais crédito, mesmo que eventualmente você tenha ficado com o nome sujo”, afirmou.

Fonte Diário do Comércio
Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.