A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

Índice de inadimplência de consumidor jovem aumenta em julho

57

Pesquisa da TeleCheque, serviço desenvolvido pela MultiCrédito®, mostra que em julho as compras honradas com pagamento em cheque recuaram 0,41 ponto porcentual em relação ao índice apurado no mês anterior. Essa variação está atrelada à alta de 13% na inadimplência entre jovens de 18 a 20 anos.

Em contrapartida, consumidores com mais de 60 anos lideraram o ranking na quitação das dívidas por meio do cheque, atingindo o patamar de 98% em pagamentos honrados. Nesse período, as aquisições foram registradas principalmente nos segmentos automotivo, de material para construção e de alimentação.

Paralelamente, o índice do crediário aumentou 1,23 ponto porcentual no comparativo com o resultado de junho. O desempenho consolida esse meio de pagamento, com maior participação no segmento de ótica e relojoaria, seguido pelo de móveis e decoração. Assim como no cheque, o público com mais de 60 anos liderou a liquidação das contas, enquanto o público jovem elevou o índice de inadimplência a 27%, em relação ao apurado no mês anterior.

Índices mensais de inadimplência e tíquete médio por região

Centro-Oeste

No Centro-Oeste 95% dos pagamentos com cheque foram horados, principalmente pelo público feminino. O crediário obteve participação de 86% no consumo do mês na região por pessoas com faixa salarial entre mil e 2 mil reais.

Nordeste

Na Região Nordeste as mulheres seguem com maior participação na utilização dos cheques (51%) e também no menor índice de inadimplência (2%). O público feminino também liderou nos pagamentos no crediário, com participação de 72% em relação ao resultado de junho. A geração Z (nascidos de 1988 a 2010) foi o destaque em inadimplência, com 38% de participação na região.

Norte

Na Região Norte, 97% dos pagamentos em cheque foram honrados pelo público masculino, mesmo que com tíquete médio inferior em 100 reais ao do público feminino. Já no crediário, os homens ultrapassaram as mulheres na inadimplência, registrando alta de 12% em relação ao total apurado em junho.

Sudeste

No Sudeste, com tíquete médio de 500 reais e participação de apenas 29% na região, ante 71% do público feminino, os homens registraram alta de 20% na inadimplência no crediário. No pagamento em cheque, a geração X (nascidos entre 1960 e 1982) tem 47% de participação na região, e a geração Y (millenial) lidera na inadimplência, com 4%.

Sul

Já na Região Sul, os consumidores com mais de 60 anos seguem com menor inadimplência no mês, no cheque, com 1%, e tíquete médio de 447 reais. No crediário, as mulheres lideram os pagamentos honrados, com participação de 67% na região.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.