O estilo de vida moderno e as novas demandas no setor de alimentação

4.545

*Por Anne-Charlotte Gouraud, responsável pelas áreas de Marketing e Comunicação da Sodebo

Uma corrida contra o relógio. Talvez essa frase resuma a realidade de boa parte da população de idade adulta que vive hoje nos grandes centros urbanos. Cumprir uma agenda diária de compromissos profissionais e pessoais representa uma verdadeira maratona para as pessoas e cria novos hábitos nos consumidores. No setor de alimentação, essa mudança passa pelo consumo cada vez maior de refeições prontas.

Segundo a pesquisa Nacional Fiesp/Ibope Brasil Food Trends 2020, 34% dos consumidores brasileiros – divididos igualmente entre classes A, B e C – trabalham em tempo integral e possuem pouco tempo para dedicar-se à alimentação da família, optando pelas refeições prontas refrigeradas ou congeladas.

O que se percebe no mundo, no entanto, é que esses consumidores estão cada vez mais críticos em relação à qualidade e procedência dos pratos congelados e tendem a privilegiar produtos que remetam ao sabor de pratos caseiros e sejam produzidos a partir de matérias-primas de qualidade. Um cenário que tem impulsionado o crescimento de um novo mercado: refeições prontas refrigeradas

Em países como a França, em que a Sodebo é líder de mercado, essa categoria  já é bem desenvolvida e muito popular entre os consumidores, representando uma boa parte das vendas de refeições prontas comercializadas em supermercados.

A exemplo do que aconteceu em diversos mercados do mundo, há uma tendência de que essa mudança na demanda dos consumidores comece a impactar, cada vez mais, o aumento da oferta de refeições prontas refrigeradas de qualidade nos supermercados brasileiros. Mais do que isso, as redes supermercadistas que souberem explorar essa oferta de forma adequada, tendem a ter uma vantagem competitiva no setor, com aumento de lucro e fidelização desse novo consumidor.

 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.