Expoagas 2016 deverá gerar R$ 445 milhões em negócios

3

Palco de apresentação de novidades pela indústria e um dos maiores encontros varejistas da América, a 35ª Convenção Gaúcha de Supermercados – Expoagas 2016 reunirá 347 expositores e mais de 42 mil visitantes, de 23 a 25 de agosto, no Centro de Eventos Fiergs (Av. Assis Brasil, 8787), em Porto Alegre, com a expectativa de movimentar R$ 445 milhões em negócios durante seus três dias. O montante, 9% superior ao registrado em 2015, dá o tom de otimismo que vai caracterizar esta edição comemorativa de 35 anos do evento. Realizado anualmente pela Associação Gaúcha de Supermercados, o encontro congregará representantes de pelo menos seis mil empresas ligadas à cadeia do abastecimento, oriundas dos 27 estados brasileiros e de outros nove países, em uma programação que incluirá palestras, seminários, oficinas práticas, visitas-técnicas e, principalmente, a feira de negócios, que no ano passado foi palco para o lançamento de 800 novos produtos, equipamentos e serviços voltados a empresas e consumidores de todo o Brasil.

Consolidada cada vez mais como um evento plurissetorial, a Expoagas 2016 deverá reunir não apenas supermercadistas, como membros de setores como padarias, açougues, hotéis, bares, restaurantes, petshops, hospitais, lojas de conveniência, de bazar e de R$ 1,99, farmácias e outros segmentos do varejo. Para atrair participantes destes canais compradores e oportunizar aos expositores da feira novos clientes, a Agas mais uma vez tornou gratuitas para varejistas as inscrições realizadas até o dia 17 de agosto. Após a data, haverá cobrança no credenciamento. “A participação de gaúchos entre os expositores cresceu de 71% em 2015 para 76% nesta edição, mostrando que a indústria regional tem força e está investindo para buscar saídas para o momento de instabilidade econômica”, observa o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados, Antônio Cesa Longo. O mau momento econômico, segundo ele, não inibirá as transações entre visitantes e expositores. “Acreditamos numa queda de 4% a 5% no público presente pelas dificuldades de deslocamento e de profissionais se ausentarem das empresas, mas ainda assim apostamos num crescimento no volume de negócios. O setor supermercadista gaúcho já mostrou que, em momentos difíceis, redobra as buscas por novidades, diferenciais de competitividade e oportunidades de mercado”, salienta Longo.
O presidente da Agas lembra que um em cada três supermercados estão investindo em reformas ou inaugurações de lojas no RS em 2016. “O varejista está aprendendo diariamente com seu cliente, e isso o torna mais arrojado e criativo”, aposta Longo. Na Expoagas 2015, 82% dos 44 mil visitantes foram de empresas varejistas, o que alavancou uma negociação média de R$ 1,1 milhão por empresa expositora. Segundo Longo, outro dado positivo é a procura por estandes para a edição de 35 anos da Expoagas. “Registramos uma fila de espera de mais de 50 empresas fornecedoras para ocupar os espaços, que foram comercializados majoritariamente ao final da edição passada do evento. Tivemos alguns cancelamentos nos últimos meses devido às dificuldades econômicas de alguns setores, mas foram imediatamente supridos por esta lista”, explica.
 Sorteio entre os compradores – Para estimular que os negócios sejam concretizados durante os três dias da Expoagas 2016, a Agas sorteará seis notebooks e um automóvel HB20 zero quilômetro entre os visitantes que efetuarem pelo menos R$ 1 mil em compras junto aos expositores. “Muitas negociações são levantadas na feira e concluídas posteriormente. Os sorteios são incentivos para que o fechamento das transações ocorra já durante o evento”, justifica Longo.

Diferenciais – Um dos diferenciais da Expoagas 2016 será o espaço criado pela Agas, em parceria com os Consulado Gerais da Argentina e de Portugal, para fomentar a comercialização de produtos destes países nos supermercados gaúchos. Os estandes argentino e português terão indústrias de diversos segmentos, como lácteos, bebidas, doces, azeites e outros alimentos.

Outra novidade é a chegada de empresas de dois novos segmentos entre os expositores: produtos orgânicos e tapiocas. “A Expoagas historicamente é um termômetro dos hábitos de consumo dos gaúchos. Mais uma vez estarão em evidência lançamentos e produtos voltados ao público cada vez mais preocupado com sua saúde e bem-estar, como os orgânicos e a tapioca”, destaca Longo. De acordo com o presidente da Agas, os lançamentos a serem apresentados durante os três dias do evento chegarão às gôndolas dos supermercados três semanas após a feira. “Ao contrário de outras edições do evento, quando os lançamentos de produtos em embalagens menores davam o tom do consumo de famílias pequenas e do público single, em 2016 a Expoagas deverá ter em destaque itens com embalagens maiores e em maior quantidade, que trazem melhor custo-benefício e mais rendimento às categorias de produtos”, aposta Longo.

Na área da tecnologia e equipamentos, softwares que garantem a segurança da gestão e robôs que podem auxiliar no atendimento das lojas estarão novamente em destaque. Empresas fornecedoras de alimentos, materiais de higiene e limpeza, beleza, bebidas e equipamentos seguem, entretanto, sendo majoritárias entre os estandes da Expoagas 2016.

O perfil dos expositores – Com relação ao perfil dos expositores, as companhias gaúchas são novamente majoritárias entre os 347 estandes: 76% das empresas expositoras são gaúchas, ante 8,5% de catarinenses e 7,6% de paulistas. A Expoagas 2016 contará, também com estandes paranaenses, cariocas, goianos, portugueses e argentinos. “Saudamos a participação gaúcha na feira de negócios, já que buscamos um crescimento da indústria regional. A crise financeira do Estado também é uma crise da indústria, que perdeu 15% de participação no PIB nos últimos cinco anos. O Rio Grande só conseguirá reerguer-se plenamente quando sua indústria também alcançar o crescimento”, defende Longo. Do total de expositores, 80,3% estão voltando à feira em 2016, e apenas 19,6% estarão pela primeira vez na Expoagas. Buscando fomentar a participação de pequenas indústrias e viabilizar o ingresso de novas empresas no evento, a Agas voltou a disponibilizar, nesta edição, estandes pré-projetados de 4m² e 9m², com valores mais acessíveis. A Agas também ampliou os investimentos em caravanas do Interior, subsidiando 50% dos custos de transporte para veículos que contemplarem varejistas de pelo menos quatro empresas. Ao todo, 90 caravanas de supermercadistas gaúchos já estão confirmadas.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.