A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

ID Logistics cria centro de treinamento em parceria com o Carrefour

27

Uma maquete que funciona com o mesmo sistema de gestão (WMS) de um centro de distribuição normal é o mais novo recurso para treinamento de colaborados da ID Logistics, operadora multinacional de serviços logísticos. Utilizando como base os princípios da andragogia, método de ensino para adultos, o centro irá proporcionar em um ambiente real maior absorção do conteúdo e rapidez no aprendizado do colaborador.  O centro de treinamento é uma iniciativa conjunta com o Carrefour para atender o Centro de Distribuição da rede localizado em Osasco (SP).  De acordo com Jesús Hernandez, Diretor Geral da ID Logistics Brasil, este “é mais um exemplo da capacidade da inovação da IDL e do comprometimento da empresa com seus clientes”.

Para o Diretor de Logística do Carrefour, Fernando Gasparini, “o centro cria um ambiente real para o aprendizado do fluxo operacional, com acesso às ferramentas existentes para rastreabilidade e confiabilidade dos processos operacionais. Certamente os resultados virão mais rápido, assegurando a sustentabilidade de um bom nível de serviço que prestamos às nossas lojas e aumentando a satisfação dos clientes Carrefour”, afirma.

O centro funciona com a mesma tecnologia de um CD real e utiliza recursos como o voice picking e o etiquetamento de embalagens, por exemplo. Segundo Martin Haber, Diretor de Tecnologia da Informação da ID Logistics, em termos sistêmicos não houve adaptações, “a única diferença é que não temos trocas de interfaces com o cliente. No restante,  o sistema é totalmente igual ao produção do Centro de Distribuição, como se a maquete fosse outra filial. Os processos funcionam exatamente da mesma forma e com os mesmos equipamentos do CD”, explica.

Além da equipe de tecnologia, a execução do projeto também envolveu a área de recursos humanos da empresa. Sandra Pareja, Diretora de Recursos Humanos da ID Logistics, explica que a maior dificuldade do recrutamento é encontrar mão de obra preparada para atuar na área de logística. O centro irá treinar  profissionais de todos os níveis hierárquicos. “O colaborador precisa ter a visão global da cadeia de logística, conhecer as ferramentas e tecnologias do processo. A maquete, integrada com toda a inteligência do processo, nos favorecerá nesta transmissão de conhecimento, possibilitando a redução da curva de aprendizagem do colaborador”, afirma.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.