Número de pedidos em lojas virtuais cresceu 255% durante o inverno

1

Conforme relatório divulgado este ano pelo WebShoppers, o e-commerce brasileiro já soma mais de 39 milhões de consumidores e teve faturamento de R$ 41 bi em 2015. Com a expectativa ainda maior para esse ano, o primeiro trimestre de 2016 também teve resultado favorável em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo o E-bit, foram 25 milhões de pedidos realizados pela internet de janeiro a março deste ano e um faturamento de 10 bilhões.

Com a chegada do inverno – época em que as pessoas costumam sair menos devido às quedas de temperatura – o comércio eletrônico esquenta as vendas em diversos setores. Em 2015, o número de pedidos em lojas virtuais cresceu 255% durante o inverno em comparação com o ano anterior, de acordo com levantamento feito pela Loja Integrada (www.lojaintegrada.com.br) – maior plataforma para criação de e-commerce do país, com mais de 300 mil lojas cadastradas. Só na plataforma, os três meses de inverno em 2015 faturaram cerca de R$ 36 milhões.

O levantamento analisou os meses de junho, julho e agosto de 2014 e 2015 e constatou um crescimento de 400% em número de pedidos realizados nos segmentos de casa e decoração, seguido de 300% na área de cosméticos e perfumaria e 200% em artigos esportivos e de lazer. O segmento de moda e eletrônicos também tiveram um crescimento, mas não lideram o pódio de vendas.

“Para o empreendedor digital, aproveitar o frio para impulsionar as vendas é fundamental, já que os meses mais quentes do ano causam quedas no movimento do e-commerce que podem chegar até 50%, devido às férias, menos tempo no computador, contenção de gastos, calor entre outros motivos”, afirma Adriano Caetano, especialista em comércio eletrônico e diretor da Loja Integrada.

Ainda de acordo com Adriano, é possível criar estratégias para se dar bem nas vendas durante esse período, como investir em redes sociais, promoções da estação e combos. Só ano passado, mais de 80 mil lojas físicas fecharam as portas no Brasil e mesmo em meio ao cenário atual do país, o comércio eletrônico não para de crescer. Só na Loja Integrada, mais de 500 lojas são criadas diariamente.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.