Peterlongo no topo em Mendoza

1

Receber uma medalha em um concurso internacional de vinhos é sempre motivo de orgulho para a equipe da Vinícola Peterlongo. Imagina quando são sete medalhas, sendo quatro Grande Ouro, duas Ouro e uma Prata? A conquista vem de Mendoza, na Argentina, do 13º Concurso Internacional de Vinos y Licores Vinus 2016, que integra o Ranking Mundial Wine 2017.

Dos sete prêmios conquistados, o Peterlongo Espumante Prosecco foi o que obteve a maior pontuação com 95 pontos, seguido pelo Peterlongo Elegance Espumante Brut, Peterlongo Presence Espumante Moscatel Rosé e Peterlongo Presence Espumante Moscatel Branco com 94 pontos, todos com Grande Ouro. O Peterlongo Privillege Espumante Brut Rosé e o Peterlongo Elegance Espumante Brut Nature obtiveram 90 e 89 pontos, respectivamente, alcançando Medalha de Ouro. A Prata ficou com o Peterlongo Presence Espumante Brut com 88 pontos.

“Sete espumantes inscritos e sete medalhas conquistadas”, comemora a enóloga Deise Tempass. Segundo ela, o reconhecimento da qualidade dos espumantes elaborados pela Peterlongo, responsável por dar início à história da bebida no país, vem se repetindo mundo afora, reforçando a expertise da vinícola quando se trata de espumantes.

Realizado nos dias 4 e 5 de agosto o concurso reuniu amostras de 141 vinícolas de 17 países. O júri contou com a participação de especialistas de diversos países. Do Brasil, participaram os enólogos Firmino Splendor, fundador e ex-presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE) e Carlos Abarzúa, também ex-presidente da entidade.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.