A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

Programa Trainee Itaú Unibanco: inscrições seguem até 5 de setembro

2

O Itaú Unibanco estendeu até 5 de setembro as inscrições para o seu programa de trainee 2017. O processo seletivo é voltado para profissionais de cursos de Exatas ou Humanas, com formação entre dezembro de 2014 e dezembro de 2017. As inscrições devem ser feitas no site http://www.itau.com.br/carreira. As vagas são na cidade de São Paulo.

Uma novidade desta edição é a etapa “Trilha Digitaú”. Nela, os candidatos passam por testes, pílulas de conhecimentos, quiz e business case com executivos via Skype. Esta primeira etapa é totalmente online, o que torna o procedimento mais ágil e descomplicado. Além disso, o jovem terá à disposição um conteúdo exclusivo sobre o mercado financeiro, o que contribuirá para o seu desenvolvimento. O objetivo com essa mudança é engajar e preparar os participantes para o desafio da organização. Os candidatos aprovados nesta fase seguem para a entrevista com diretores e vice-presidentes da organização.

Um recente levantamento da comunidade de carreiras Love Mondays apontou o Itaú como a empresa mais bem avaliada por trainees. Com índice de satisfação geral de 4,38 entre os jovens (a nota máxima é 5), o banco também recebeu a nota mais alta para sua política de remuneração e benefícios.

Dicas

Abaixo, Marcelo Orticelli, diretor da área de Pessoas do Itaú Unibanco, dá oito dicas para quem quer conquistar uma vaga de trainee:

A empresa não está, necessariamente, preocupada somente com a sua experiência profissional. Muitas vezes, atividades extracurriculares como iniciação científica, participação em congressos, monitoria e empresa júnior, falam mais sobre você do que seu último estágio.

Esteja realmente antenado. Não adianta você dizer que lê dois jornais por dia se não sabe o que fazer com aquelas informações. Se você consegue levantar três possíveis impactos econômicos da saída do Reino Unido da União Europeia, por exemplo, está no caminho certo.

As empresas possuem diversas áreas de atuação. Pesquise e converse com pessoas que trabalham no local. Escolher a área errada pode ser crucial para que o candidato seja reprovado. “Já tivemos um caso em que a pessoa se candidatou para a área de Pesquisas Econômicas do Banco de Atacado, sem nunca ter visto um balanço do banco”, comenta Orticelli.

Evite “Eu acho que…”. Substitua por: “Na minha visão…”, “Eu acredito…”, “A melhor forma para esse problema é…” etc.

Saiba trabalhar com as diferenças. Hoje as empresas estão investindo cada vez mais em ter uma equipe diversa: ter pluralidade de origens, opiniões e culturas na empresa significa ampliar as perspectivas e pontos de vista nas tomadas de decisão, o que impulsiona a competitividade da empresa. “Isso inclui diferenças de gênero, orientação sexual, raça, gerações etc”, acrescenta.
A maioria dos programas tem buscado jovens talentos com espírito empreendedor e que tenham flexibilidade para se readaptar aos cenários que se transformam constantemente. “Precisamos de jovens abertos a novas ideias e aprendizados, com sede de transformação, e que nos ajude a construir o banco dos sonhos”, destaca o executivo do Itaú Unibanco.
Passamos por uma mudança de comportamento no mercado e, atualmente, não é só a empresa que seleciona os candidatos. Os próprios candidatos escolhem onde preferem trabalhar (e as empresas já se ligaram nisso, a disputa pelos melhores profissionais é intensa!). Por isso, realmente escolha onde você quer trabalhar. Aquela empresa tem o mesmo propósito que o seu? Por que ela merece a sua escolha?
Seja verdadeiro e mostre sua garra e criatividade. Deixar uma boa ideia ou pergunta de lado pode ser decisivo. Sabe a história de “sair da caixa”? Pois bem, não tenha receio de exibir suas competências para se destacar. “Interagir com quem está te entrevistando é muito importante. Na hora, faça perguntas e não apenas responda o que te perguntam”, finaliza Orticelli.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.