A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

Transformação digital é prioridade para 97% das empresas brasileiras

200

A DocuSign, líder na categoria Digital Transaction Management (DTM), realizou um estudo em todo o Brasil para avaliar o momento da Transformação Digital no país. O levantamento aponta que empresas que promovem a inovação têm vantagem nos negócios e que realizar transações em papel é um dos principais entraves para as negociações.

A grande maioria dos profissionais e executivos entrevistados (97%) afirma que a tecnologia é uma prioridade para suas empresas e que esperam que as corporações passem a oferecer métodos totalmente digitais em seus processos. Por conta disso, 83% declaram que priorizam parceiros e clientes que permitam transações digitais em seus negócios.

Empresas que não digitalizam processos são vistas como ultrapassadas por 51% dos profissionais entrevistados. Este mesmo perfil de empresa, que ainda não consegue atuar 100% de forma digital, gera preocupações quanto ao não-cumprimento de prazos, segundo 54% dos entrevistados. Mais de 80% deles afirmaram já terem tido experiências negativas na finalização de transações fora do ambiente digital por conta de problemas no envio de documentos em papel – 34% tiveram o contrato extraviado, 32% receberam documentos inelegíveis e 29% enfrentaram problemas técnicos ao digitalizar um papel, por exemplo. Ou seja, a pesquisa destacou que manter processos ainda no papel podem levar as empresas a um retrocesso no processo de evolução do negócio, independentemente do setor em que atua.

Neste cenário, as plataformas digitais para assinatura eletrônica de documentos ganham destaque na pesquisa. 60% dos entrevistados consideram a assinatura eletrônica a forma mais segura para enviar um documento importante. Do total de entrevistados, 79% dos executivos recomendam o uso da assinatura eletrônica por conta da eficiência, agilidade e redução de custos. Outro referencial da assinatura eletrônica está na possibilidade de assinar um documento de qualquer lugar do mundo por smartphones, tablets ou computadores.

“Há uma mudança cultural em curso, iniciada por uma necessidade do mercado de aumentar a velocidade dos processos ao mesmo tempo que melhora a segurança das transações. E o cenário é muito animador, uma vez que 75% dos profissionais concordam que os documentos assinados eletronicamente têm a mesma aceitação jurídica do que a assinatura física, um dos principais questionamentos feitos durante a Transformação Digital. Estamos prontos para deixar o papel de lado e mudar a forma dos brasileiros finalizarem as transações comerciais”, comenta Marco Américo D. Antonio, vice-presidente de operações da DocuSign na América Latina.

A DocuSign realizou a pesquisa “Transformação Digital no Brasil: o que seus clientes esperam” em junho de 2017, entrevistando profissionais atuantes em todas as regiões do país. Participaram do estudo 1.259 pessoas, entre líderes e profissionais de empresas nas áreas jurídica, financeira, TI, vendas e de recursos humanos. Para saber mais sobre o estudo, acesse em http://bit.ly/2klCbGb.

A DocuSign está presente em 188 países, com mais de 300 mil clientes e 200 milhões de usuários que finalizam seus documentos de forma totalmente digital, se utilizando de assinaturas eletrônicas e digitais. Além da melhora na satisfação dos clientes pela rapidez, segurança e maior eficiência na finalização de documentos, a DocuSign devolve, em média, US$ 42 por documento para seus clientes.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.