A Revista de Negócios dos Atacadistas Distribuidores

Varejo deve movimentar R$ 4,2 bilhões nas vendas para o Dia dos Pais

2

Estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o varejo brasileiro deve movimentar R$ 4,2 bilhões em vendas relacionadas ao Dia dos Pais, o equivalente a 5,6% de todo o faturamento esperado para o mês de agosto. Confirmada a projeção, no entanto, o resultado corresponde a uma retração de 9,4% em relação ao mesmo período do ano passado – o pior desempenho desde o início do estudo em 2004, quando as vendas subiram 1,6%.

“O Dia dos Pais figura entre as seis datas comemorativas mais importantes do calendário varejista. Porém, com taxas de juros ao consumidor batendo nove recordes nos últimos 12 meses, os segmentos mais dependentes das condições de crédito, como eletrodomésticos e produtos de informática, deverão se destacar negativamente”, afirma o economista da CNC Fabio Bentes.

Segundo a CNC, mais da metade das vendas do Dia dos Pais virão dos segmentos de hiper e supermercados (36,3%) e vestuário e calçados (19,7%).A inflação dos preços é outro fator que deverá ditar o comportamento das vendas. Bens duráveis como microcomputadores, máquinas fotográficas e televisores deverão ser preteridos também em razão dos aumentos nos últimos 12 meses (+22,7%, +20,7% e +16,7%, respectivamente). Já itens como sapatos masculinos (+3,5%), tênis (+3,0%) e CDs e DVDs (+0,1%), além de pesarem menos nos bolsos dos filhos, registraram variações de preços menores no mesmo período.

Segundo a CNC, mais da metade das vendas do Dia dos Pais virão dos segmentos de hiper e supermercados (36,3%) e vestuário e calçados (19,7%). Artigos de uso pessoal e doméstico ocupam o terceiro lugar, com 13,2%, seguidos de produtos de farmácias e perfumarias, com 10,1%.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.