Automação comercial torna mercado mais competitivo em tempos de crise

5

A automação tem o objetivo de propiciar conforto, informação e segurança. Considerada essencial para a eficiência dos negócios e competitividade das empresas, surgiu para beneficiar o consumidor com um atendimento claro e pragmático. 

Neste cenário atual cada vez mais competitivo, a indústria avançou e os mercados ganharam novos players. Chegou então a vez da automação comercial e o ato de automatizar virou sinônimo de informatizar todas as operações internas e integrá-las com fornecedores, bancos, serviços de proteção ao crédito, operadoras de cartões de débito e crédito, Fisco, entre outros. 

A GOLDEN Distribuidora que é reconhecida nacionalmente por ser uma empresa ágil e flexível na busca de soluções para as necessidades de seus clientes em diferentes mercados e canais, dispõe de uma equipe com foco na demanda por automação comercial. Desde novembro, a empresa oferece os hardwares mais modernos do mercado. “Nossos profissionais estão preparados para indicar as melhores soluções em hardware para estabelecimentos de todos os portes e segmentos, sempre com tecnologia de ponta. São equipamentos da Elgin e da Epson voltados para a automação comercial”, comenta Eduardo Villas Boas, gestor comercial da Golden Distribuidora.   

Não demorou muito para a automação comercial passar a ser entendida pelo empreendedor como um investimento necessário para aperfeiçoar gestão, obter eficiência e produtividade. Por isso, o Sebrae alerta que sistemas de automação comercial precisam ser muito bem desenvolvidos, de forma a não oferecer possibilidade de venda desconectada do sistema emissor de cupom fiscal, para evitar fraudes. 

“Sempre que há alteração na operação comercial, o interessado procura softwares houses para melhor encaminhar seus processos de automação comercial. Neste intervalo, a Golden consegue se manter atualizada e sempre disposta a oferecer a impressora que melhor se adequa à nova demanda. Além disso, contamos com uma linha própria de papel chamada JOB. São insumos termossensíveis para uso fiscal. Na Golden, o cliente encontra tranquilidade e consegue se concentrar em seu negócio. Mostramos com isso valor agregado e extrema atenção às suas necessidades”, avisa Villas Boas.

Caixas registradoras mecânicas e eletromecânicas foram precursoras da automação comercial e revolucionaram a gestão do comércio – as primeiras apareceram nos Estados Unidos em 1878. Na sequência, surgiram as caixas registradoras eletrônicas cujo foco se concentrou na operação de registro e totalização das compras efetuadas. Com o objetivo de combater fraudes e evitar a sonegação, o Fisco brasileiro criou a obrigatoriedade do Emissor de Cupom Fiscal (ECF). O ECF emite o cupom fiscal com maior controle e confiabilidade dos registros das operações de vendas, além de simplificar as responsabilidades fiscais. Com auxílio de um modem acoplado ao equipamento, o administrador pode enviar ao Fisco, de forma remota, os dados das operações realizadas. 

Outro ponto a ser destacado é que há um potente crescimento do chamado “atacarejo” (mistura de atacado e varejo, com preços mais atraentes). 60% é a expectativa de crescimento do setor atacadista, que conta com a previsão de aumentar em 55% o investimento em tecnologia de gestão e em 51% em sistemas de informação. Em outras palavras: mais controle, mais rastreabilidade e mais processos automatizados.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.