Tecnologia ERP é aposta das empresas para enfrentamento a crise

7

Em  tempos de abonança,  os sistemas de gestão, os ERPs  (em inglês  Enterprise Resource Planning , em português  Planejamento dos Recursos da Empresa), tradicionalmente são valorizados pelas grandes organizações para  manterem as principais áreas da empresa – financeiro e  comercial  – bem controladas.  Já em tempos de crise econômica,  a tecnologia  passa a ser crucial para a identificação de alternativas de  corte de custos e elevação da  eficiência das organizações de todos os portes.  A afirmação é do especialista em software de gestão, Henrique Netzka (diretor da GHN  Inteligência e Tecnologia, desenvolvedora do Tático ERP).

Duas pesquisas  demonstram  a confiança de empresários em tecnologia: a Confederação Nacional da Indústria aponta que  8 a cada 10 indústrias  pretendem investir em tecnologia, motivadas pela forte redução de custos propiciados , entre outras variáveis, por processos modernizados;  já a principal pesquisa brasileira sobre tendências  em  tecnologia, Fundação Getúlio Vargas , revela que a média de  investimento  das empresas está em  7,6% do faturamento (pesquisas de 2016).

No  cardápio  de tecnologias uma   chama a atenção de empresas small and medium business: os softwares ERPs de gestão on-line, software que integra todas as áreas da empresa em uma mesma plataforma. “A crise econômica anula a abonança que as empresas médias contavam para deixar de lado alguns controles.Ter um ERP bem implantado permite que estes controles sejam seguidos à risca, diminuindo os riscos na crise”, comenta o diretor da GHN  Inteligência e Tecnologia, Henrique Netzka.

Tecnologia móbile facilitou o acesso às PMEs aos softwares on-line

O especialista em software de gestão afirma que “esse tipo de software  tornou-se acessível  às pequenas e médias empresas graças à evolução da tecnologia móbile e do posicionamento de desenvolvedores de softwares especialistas no segmento de small and medium business”, diz Netzka.

Henrique Netzka conta que os softwares ERPs,  nos últimos cinco anos,  tornaram-se acessíveis às empresas de pequeno e médio portes.“A saída para as empresas  na crise é saber exatamente o seu resultado financeiro, medido por cada operação e de modo geral. O  software entrega o controle total e preciso da operação, centralizando a comunicação e eliminando os controles paralelos”, afirma  o diretor da GHN Inteligência e Tecnologia  (desenvolvedora do Tático ERP).

Aprimoramento da gestão com ERP mobile 

– Pequenas empresas precisam criar nova cultura: o ERP faz mapeamento de todas as operações, entrega o resultado financeiro de cada venda e de modo geral do mês e  do ano; ganho de rapidez na emissão de relatórios.

– Empresas médias necessitam de disciplina no controle de custos e  operações: com o ERP é possível padronizar processos,  centralização  em  única plataforma de todas áreas da empresa, geração de  relatórios completos e padronizados,  em minutos, entregando  conhecimento para análises de gastos  vitais à operação.

– Grandes empresas  devem padronizar e  controlar a gestão  a fim de evitar riscos: eliminação das múltiplas planilhas; centralização dos controles em uma única plataforma, redução de erros e retrabalho;diminuição da quantidade de equipes dedicadas às conferências de planilhas.

Os especialistas em gestão de empresas, Sebrae e Endeavor,  são unânimes na recomendação de que a crise é o momento para pôr em prática as  melhorias na gestão reiteradamente adiadas.  Nesse contexto, os softwares de gestão surgem como aliado para retirar as empresas de controles artesanais, demorados e imprecisos para propiciar controles confiáveis, acessíveis  e ágeis, segundo informação de  Henrique Netzka.

Confira os ganhos de  gestão  que o uso de ERP pode trazer para os diferentes portes de empresas                                                        

– Pequenas empresas precisam criar nova cultura: o ERP faz mapeamento de todas as operações, entrega o resultado financeiro de cada venda e de modo geral do mês e  do ano; ganho de rapidez na emissão de relatórios.

– Empresas médias necessitam de disciplina no controle de custos e  operações: com o ERP é possível padronizar processos,  centralização  em  única plataforma de todas áreas da empresa, geração de  relatórios completos e padronizados,  em minutos, entregando  conhecimento para análises de gastos  vitais à operação.

– Grandes empresas  devem padronizar e  controlar a gestão  a fim de evitar riscos: eliminação das múltiplas planilhas; centralização dos controles em uma única plataforma, redução de erros e retrabalho;diminuição da quantidade de equipes dedicadas às conferências de planilhas.

Desafios que software móbile resolve

Confira as  soluções nativas do software   Tático ERP (desenvolvido pela paranaense  GHN Tecnologia e Inteligência) que chamaram a atenção na Feira do Empreendedor Sebrae-SP,em fevereiro de 2017.

– Empresa de gerenciamento de segurança digital: o desafio era o faturamento recorrente para os  serviços prestados. A solução disponibilizada pelo software Tático ERP é a automatização do  controle de  horas para cada cliente, emissão de notas fiscais e boletos, além de relatórios para  acompanhamento do crescimento da empresa. 

– Indústria: a dificuldade dessa indústria, que já tentara implantar ERP com um grande player de software, e  não obteve sucesso na implantação, ela busca um recurso de  controle de insumos a granel (por horas, quilos, metros e  diversas outras aferições). O Tático ERP  conta com  alternativas nativas no sistema on-line, sem custo extra de customizações

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.